Piloto de jet ski que matou turista já havia sido preso por tráfico

18-01-2011 08:52

O piloto do jet ski que atropelou e matou uma turista goiana, no último sábado (15), em Rio do Fogo, foi identificado como Wagner Miguel de Araújo Galvão. Ele já havia sido preso no ano de 2009 por tráfico de drogas, durante a Operação Passo da Paz.

Na época, Wagner Miguel, que também é conhecido como “Novinho do Gás”, era acusado de integrar uma quadrilha que comandava o tráfico de drogas em Extremoz e chegava a movimentar R$ 100 mil por mês.

O acusado esteve na Delegacia de Plantão da Zona Norte, logo após o acidente, e se apresentou como o piloto do jet ski. Ele informou que tentava puxar uma mulher em uma boia, quando o objeto teria atingido a turista.

Maria Marques Cordeiro, de 47 anos, foi atingida na cabeça e teve traumatismo craniano. A turista goiana chegou a ser socorrida, mas acabou morrendo no hospital de Ceará-Mirim.

Como Wagner Miguel se apresentou de forma espontânea à polícia, ele foi ouvido e liberado. Agora, ele vai responder em liberdade pelo crime de homicídio.

Já o corpo da turista foi levado ao Instituto Técnico-Científico de Polícia, no fim de semana, e liberado. Logo em seguida, os familiares encaminharam Maria Marques para Goiás, onde ela será sepultada.

O vídeo do acidente envolvendo a turista foi registrado por um cinegrafista amador e caiu na internet. As imagens foram postadas em um perfil identificado com “jeflainy”. Elas mostram o piloto do jet ski circulando várias vezes na lagoa, em uma área bem próxima aos banhistas.

 

https://cid-1d002b0011e9dbc5.office.live.com/self.aspx/.Documents

Politica Brasil e no Mundo

 

America do Sul America